quarta-feira, 15 de julho de 2009

DENUNCIA I - R$ 154.293,75 - PAVIMENTAÇÃO DE RUAS.


Na sua passagem pelo município de Simplício Mendes a FORÇA TAREFA POPULAR criou o Núcleo de Fiscalização formado LOURIVAL RAIMUNDO ALVES, lavrador, JOÃO TAVERES DE MOURA, vereador, IVAN DE MOURA LEAL, vereador, PASCOAL RODRIGUEL DE ALENCAR JUNIOR, carteiro, MARIA DO SOCORRO SILVA DIAS, lavradora, FRANCISVALDO DA SILVA ROCHA, lavrador.

A fiscalização de vários convênios federais e obras com recurso do FPM demonstrou muitas irregularidades. Os ativistas da FTP prepararam denuncias que serão entregues ao Ministério Público da comarca e ao defensor público.

O município de Simplício Mendes celebrou com o Ministério das Cidade e Caixa Econômica Federal contrato de repasse n. 021134730-2006 tendo como objeto a “ transferência de recursos financeiros da União para a execução de pavimentação no município Simplício Mendes” no valor de R$ 146.250,00 do governo federal e mais R$ 8.043,75, totalizando R$ 154.293,75. O objeto do repasse é a execução de pavimentação das ruas Pio Sérvio, Arnaldo Ferreira de Carvalho, Antonio Mendes de Carvalho, Eustaquio Gomes.

Pesquisa da FTP junto ao site da CGU sobre o convenio em tela apresenta os seguintes dados atualizados. O valor já liberado é no montante de R$ 146.250,00, tendo mais R$ 8..43,75 de contrapartida. A ultima liberação aconteceu no dia 09.06.2008 (período eleitoral) no valor de R$ 117.000,00. O prazo final para entrega da obra seria 30 de maio de 2009.

Ao caminharmos pelas ruas se constata que quase nada foi feito deixando centenas de famílias em convívio com lama, mosquitos e outros infortúnios. A foto que inicia a materia é da rua Antonio Mendes de Carvalho que deveria ter uma extenção de 100m x 7m de extensão a custo de R$ 20.876,58.

A rua Arnaldo Ferreira de Carvalho foi visitada. A situação é a mesma da anterior. A rua apresenta declive que dificulta o acesso de carros e pedestres. O calçamento previsto para esta rua é de 150m X 8m com orçamento de R$ 39.070,00. Foto abaixo da rua.



Estarrecidos os moradores recebem informações dos recursos liberados. A pedagogia para consciência cidadã adotada pela Força Tarefa Popular é aplicada neste momento. Ativistas de posse dos documentos oficiais da Caixa Econômica Federal e da Controladoria Geral da União (CGU) apresentam as provas de que os recursos foram contratados, liberados e que o prazo para construção já se acabou sem a conclusão da obra.


Dois sindicalistas, Lourival Raimundo Alves, lavrador, e Francisco das Chagas Sousa, cobrador, e um estudante, Lenilson Oliveira, aplicam a metodologia.

As conseqüências da inexecução da obra não ficam restritas a questões legais. Nesta rua mora o sr. Jerônimo com 92 anos e cego. Sua casa fica na parte alta da rua e a obra inacabada tirou o acesso dele para saída de casa. Suas palavras explicam a sua atual situação sem poder sair de casa. “ Não matei e nem roubei pra viver preso!”.

Abaixo ele e a mulher tomam conhecimento dos valores da obra que deveria melhorar sua qualidade de vida. Neste particular o Estatuto do Idoso é violado.


Esta situação agora não esta mais escondida no sertão central do Piauí. A FTP além da denuncia ao Ministério Público levará ao conhecimento da Advogacia Geral da União no Piauí e requisitará ao Tribunal de Contas do Estado auditoria.
Outra consequencia da Marcha é que a população agora sabe que os recursos foram liberados e os gestores da pequena cidade vão ter que se justificar com o eleitorado local.
A VIII marcha avança!









6 comentários:

Prof Eduardo Jab disse...

Prezados componentes da FTP Piaui
Reitero meus cumprimentos que postei nos comentários do dia 10/07/09,mas desejaria fazer alguns questionamentos, com vistas a incentivar outros cidadãos a seguir o seu exemplo:
1. Alguém foi punido?
2. Alguém deixou de ser votado?
3. Algum Político fez cumprir o que a FTP Piauí solicitou?
Uma arma o cidadão comum possui; é o Poder do VOTO e, ao menos este meio deve ser usado.
Vocês tem experiência e persistência; potanto, vamos ajudar a difundir o seu blog, mas as respostas àquelas perguntas são necessárias para a motivação dos nossos amigos cidadãos.
Abraço a todos.
Prof Eduardo JAB
E_mail:eduardojab@bol.com.br

Anônimo disse...

Meus caros.

Estou ancioso pelo relatório de Floriano. Aguardo para logo. Um abraço.

Jair Feitosa.

CASA PRÓPRIA AO ALCANCE DE TODOS. disse...

CAROS COMPANHEIROS DA FTP.

A AFTB-Associação Frutos da Terra Brasil, uma ONG que está financiando para todo o BRASIL, casas e terrenos, sem juros, sem comprovação de renda, sem consulta ao SPC e SERASA, sem fiador, tem o objetivo social de dar condições aos menos favorecidos, o direito à casa própria. Para maiores informações, acesse o link abaixo:

http://ong-aftb-id018566.blogspot.com

Anônimo disse...

A AFTB - associação frutos da terra brasil é um esquema de pirâmide financeira, havendo, inclusive, uma liminar em ação civil pública impetrada pelo MP/RJ determinando seu fechamento.
http://industriadadecepcao.wordpress.com/2010/02/24/acao-civil-publica-contra-a-aftb/

ALDJONES MARCELO disse...

Ainda que o MP/RJ tenha entrado com uma liminar contra AFTB, consubstanciada em Denuncia de Piramide Financeira que configura Crime contra economia Popular, não quer dizer que isto esteja provado. Cabe ao MP provar o que alega, mas se analisar o Funcionamento da AFTB qualquer leigo poderá verificar não se trata de uma piramide, mas sim de um Sistema Alternativo de Credito Financiado por associados, Doações Empresariais e Recursos Estatais...
Logo, certamente esta liminar será cassada e a AFTB irá perpetuar como um dos melhores sistemas de Credito Habitacional Existente no Brasil... Senhores Banqueiros, não adianta vocês patrocinarem ações infundadas contra a AFTB, porque ela está fundamentada na Lei e veio para ficar...

www.eraldonaz.com disse...

Parabéns ao pessoal do FTB pela denuncia "verdadeira"...

Agora eu acho meio estranho é o MPRJ fazer uma denuncia falsa dessa a pedido de um covarde que não é homem o suficiente para aparecer nos altos e nem tem coragem de assinar os comentários que deixa nos blog´s, quero dizer aos amigos que em pouco mais de 3 anos de existência a AFTB já contemplou mais de 10 milhões em cartas de crédito... eu sou um dos contemplados...
É uma pena que temos indivíduos bem pagos pelos nossos impostos defendendo os interesses dos bancos que tem na TETA dos juros abusivos os seus melhores lucros...

Queremos que o Delegado Protôgenes continue a suas investigações...

ARQUIVO (NOTICIAS ANTIGAS)